Restriction analysis: an applied view in a public educational institution of the Rio Grande do Sul

Main Article Content

Lavinia Lopes de Mello
Débora Desconsi Sutero
Luis Carlos Alves da Silva
Maicon da Silva
Fernando Batista Bandeira da Fontoura

Abstract

This study aims to analyze the applicability of the five steps of the theory of restrictions as an alternative for improving the efficiency of processes in a public organization. Methodologically the study is characterized as descriptive and exploratory, with bibliographic research and data analysis being performed qualitatively. The research was carried out in loco, through the observation technique. As main results of the research, the feasibility and importance of the application of the tool is ratified, directly impacting on efficiency and quality maximization in the services offered to society and optimizing public resources, which can be applied in other sectors of our society. With the efficiency in achieving the applicability of the five steps of the theory of restrictions, the management and identification of the bottleneck in the process of cooperation agreements contributed to speed up public service. The research becomes relevant since it encourages the application of the theory of restrictions in public entities, being a tool for identifying restrictions in processes, providing greater protection against human weaknesses and also reducing the possibility of errors and irregularities, demonstrating care with public resources to the population and applying them efficiently.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Article Details

Section
Articles
Author Biographies

Lavinia Lopes de Mello, Universidade de Santa Cruz do Sul

O CRC RS100903 formado pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UNISC. Bolsista CAPES. Pesquisadora do Núcleo de Extensão Tecnológica e Gestão Rural para Agricultura Familiar (NEGAF). Pós-graduação em Contabilidade Pública e Auditoria na Faculdade Dom Alberto RS. 

Luis Carlos Alves da Silva, Universidade de Santa Cruz do Sul

Mestre em Administração na área de Gestão Estratégica de Marketing no PPGA da Universidade de Santa Cruz do Sul (2019). MBA Executivo em Gestão de Pessoas - Faculdade Unyleya (2017). Graduado em Administração pelo Centro de Ensino Superior Dom Alberto (2015). Assessor Área de Captação, Universidade de Santa Cruz do Sul. Consultor pela Controler Assessoria Empresarial. Experiência em Gerenciamento de Estoques, Planejamento Estratégico, Gerenciamento de Segmento Comercial / Educação, Gerenciamento de Campanhas de Marketing Online / Off-line. Professor do Centro de Educação Profissional Unisc (2019).

Maicon da Silva, Universidade de Santa Cruz do Sul

Mestre em Administração. MBA em Gestão Empreendedora de Negócios. MBA em Gestão de Pessoas e Recursos Humanos. Especialista em Docência no Ensino Superior. Especialista em Docência no Ensino Técnico e Profissional. Especialização em andamento em Metodologias em Educação a Distância e Gestão e Planejamento Urbano. Bacharel em Administração. Administrador (Responsável Técnico) de empresas prestadoras de serviços terceirizados. Experiência no setor público e privado: Elaboração de projetos e captação de recursos do Governo Federal e Estadual. Contratação e Gerenciamento de Pessoal. Treinamento e Desenvolvimento de Profissionais. Assessoria de Imprensa.

Fernando Batista Bandeira da Fontoura, Universidade de Santa Cruz do Sul

Doutor em Desenvolvimento Regional- Organizações e Mercados, pela Unisc (2019), mestre em Administração pela Fundação Getúlio Vargas-EBAPE-FGV RJ, em (2009). Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2002), MBA em Administração e especialista em Gestão Empresarial. Diretor da Controler Assessoria Empresarial. Experiência em consultoria organizacional na área de estratégia, desenvolvimento organizacional, métodos de administração com ênfase na escolha da metodologia de administração e necessidade de informações da organização e gerenciamento de unidades familiares.Interesse em pesquisas nas seguintes áreas: custos industriais, gestão estratégica de custos, custos e controles na atividade agropecuária, teoria das restrições, desenvolvimento e avaliação de desempenho empresarial, driveria empresarial, teorias e epistemologias em gestão, desenvolvimento organizacional e regional. Pesquisador do grupo de pesquisa em Desenvolvimento Regional do PPGDR UNISC-RS, e do projeto de pesquisa sobre tecnologia da informação e controles na atividade rural. Atuação como docente na Fargs, FGV, na Unisc e professora convidada da UCS, FAHOR, FABE, UFN, UNILASSALE em cursos de especialização e MBA. Docente vinculado ao departamento de gestão de negócios e comunicação da UNISC e programa de mestrado e doutorado em Desenvolvimento Regional da Unisc, atuando na linha de pesquisa "organizações, mercados e desenvolvimento" Atuação como docente na Fargs, FGV, na Unisc e professora convidada da UCS, FAHOR, FABE, UFN, UNILASSALE em cursos de especialização e MBA. Docente vinculado ao departamento de gestão de negócios e comunicação da UNISC e programa de mestrado e doutorado em Desenvolvimento Regional da Unisc, atuando na linha de pesquisa "organizações, mercados e desenvolvimento" Atuação como docente na Fargs, FGV, na Unisc e professora convidada da UCS, FAHOR, FABE, UFN, UNILASSALE em cursos de especialização e MBA. Docente vinculado ao departamento de gestão de negócios e comunicação da UNISC e programa de mestrado e doutorado em Desenvolvimento Regional da Unisc, atuando na linha de pesquisa "organizações, mercados e desenvolvimento"

References

Bornia, A. C. B. (2010). Análise Gerencial de Custos: Aplicação em empresas Modernas. 3 ed. São Paulo: Atlas.

Cervo, A. L. C., & Bervian P. A. B. (1983). Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil.

Conselho Federal de Contabilidade. (2013). Normas Brasileiras de Contabilidade NBC 16. Recuperado de http://portalcfc.org.br/wordpress/wp-content/uploads/2013/11/setor_publico.pdf.

Cox, J. F. C., & Schleier, J. G. S. (2013). Handbook da Teroria das Restrições. 1 ed. Porto Alegre: Bookman.

Fontoura, F. B. B. (2013). Gestão de custos. Uma visão integradora e prática dos métodos de custeio. São Paulo: Atlas.

Fontoura, F. B. B., & Pozzebon, J. P. (2016). Planejamento de Resultado através da Margem Restritiva integrada com o método UEP. Estudos Acadêmicos em Administração, Contábeis, Economia e Relações Internacionais, 2, 214-230.

Gibbon, A. R. O., Gonçalves, T. L., & Rodrigues, J. M. (2008). Teoria das Restrições: Um estudo de caso em uma empresa de prestação de serviço de limpeza. 2º Congresso UFSC de Controladoria e Finanças

Gil, A. C. G. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, p. 184.

Gil, A. C. G. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social. 5 ed. São Paulo: Atlas.

Goldratt, E. G., & Cox, J. F. C. (2003). A Meta: um processo de melhoria contínua. 2 ed. São Paulo: Nobel.

Goldratt, E. M., & Cox, J. (1993). A meta: um processo de aprimoramento contínuo. 7 ed. São Paulo: Educator, 318 p.

Goldratt, E. G., & Cox, J. F. C. (1990). A Meta. 4 ed. São Paulo: Imam.

Kohama, H. K. (2014). Contabilidade Pública. Teoria e Pratica. São Paulo: Atlas.

Lei Nº 4.320, de 17 de Março de 1964. (1964). Estatui Normas Gerais de Direito Financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4320.htm.

Luchi, O. L. (2006). A Contribuição da Teoria das Restrições para o Processo de Compras das Organizações Militares do Exército Brasileiro. Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, Salvador, BA, Brasil.

Minayo, M. C. S. M. (2001). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes.

Minayo, M. C. S. M. (org.). (1996). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 6 ed. Petrópolis (RJ) : Vozes.

Noreen, E. N., Smith, D. S., & Mackey, J. T. M. (1996) A teoria das restrições e suas implicações na contabilidade gerencial: um relatório independente. São Paulo: Educator.

Rodrigues, M. R. O. R., & Peixoto, J. K. C. (2015). Teoria das restrições como uma ferramenta de análise e solução de problemas: um estudo de caso em uma confecção na cidade de limoeiro do norte-ce. XXXV Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Fortaleza, CE.

Sabbadini, F. S. S., Gonçalves, A. A., & Oliveira M. J. F. O. (2006). Gerenciamento de Restrições em Hospitais de Emergência: Um Processo de Melhoria Contínua. Encontro de Administração Pública e Governaça, São Paulo, SP, Brasil.

Sipper, D., & Bulfin, R. L. Production: planning, control, and integration, 1997.