Periodicity.: Special Edition IFLOG-2016, July - 2017
e-ISSN......: 2236-269X
Cover Image

Analysis of demand in the importation process for the trade of individual protection equipment

Tatiane Chiles Toledo, Geisiane Ferreira Silva, Wagner Roberto Garo Junior

Abstract


The organizations maintain excessive inventories as a way to anticipate the customer's need, taking, this way, competitive advantage. On the other hand, the lack of stocks can stop assembly lines; change the production schedule; increase costs and harm the marketing planning. However, there are costs in relation to these inventories;therefore, set an appropriate policy stock management is a critical factor for the success of a company, in addition to obtaining sustainable competitive advantage in the long term. Considered by many as the basis for managing the supply chain, inventory management depends on clear definitions for the following questions: how much to ask, when to ask, how much to keep in stock and where to find the stock. Therefore, there must be a balance in relation to demand and stock supply. Increased market competitiveness forces companies to lower their stock costs and may result in loss of orders due to lack of product. This paper describes the process of forecasting demand, and the methods of analysis forecasting as a tool to reduce costs by simulating the methods of demand forecasting in order to improve the level of stock. Thus, a case study was elaborated in the ABC Company, which acts in the imported PPE business for analyzing the process and simulating the techniques of demand forecasting.

The results presented in the case study were satisfactory actually observed divergence between the process applied before the company and applied studies directly on demand obtained with this assertiveness in the forecast.


Keywords


Demand forecast; Logistics; Supply Chain; Stock.

Full Text:

PDF HTML

References


ARNOLD, J. R. T. (2008) Administração de materiais. Atlas, São Paulo.

BALLOU, R. H. (1993) Logística empresarial: transporte, administração de materiais e distribuição física.São Paulo: Atlas.

BALLOU, R. H. (2006) Gerenciamento da cadeia de suprimentos, logística empresarial. Porto Alegre: Bookman.

BALLOU, R. H. (2001) Gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento, organização e logística empresarial. 4.ed. Porto Alegre: Bookman.

BERTAGLIA, P. R. (2009) Logística e gerenciamento da cadeia de abastecimento. São Paulo: Saraiva.

BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J. (2001) Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimento. São Paulo: Atlas.

CHOPRA, S.; MEINDL, P. (2003) Gerenciamento da cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operação.São Paulo: Pearson Prentice Hall.

CHRISTOPHER, M. (2011) Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Cengage.

CORRÊA, H. L.; Corrêa, C. A. (2011) Administração de produção e operações manufaturas e serviços: uma abordagem estratégica. São Paulo: Atlas.

CORRÊA, H. L. (2007) Planejamento, Programação e Controle da Produção. 5. ed. São Paulo: Atlas.

DIAS, M. A. (2008) Administração de Materiais: uma abordagem logística. 5 ed. São Paulo: Atlas.

DIAZ, C. A. P.; PIRES, S. I. R. (2003) Variação da Demanda ao Longo da Cadeia de Suprimentos: O Efeito da Amplificação da Demanda. Ouro Preto (MG), Ed. UFMG.

FLEURY, F.; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. (2000) Logística Empresarial: a perspectiva brasileira. São Paulo: Atlas.

FREITAS, M. A. T. (2006) Secretaria de Planejamento da Presidência da República, Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Departamento de Divulgação Estatística. Available at: http://books.google.com.br/. Accessed in: 06/20/2016.

FONSECA L. R. P. (2007) As novas estratégias logísticas. Available at: http://www.guiadelogistica.com.br. Accessed on: 08/30/2016.

GARCIA, E. S.; REIS, L. M. T. V.; MACHADO, L. R.; FERREIRA, V. J. M. (2006) Gestão de estoques: otimizando a logística e a cadeia de suprimentos. Rio de Janeiro: E-papers serviços editoriais Ltda.

GOMES, C. F. S.; RIBEIRO, P. C. C. (2004) Gestão da cadeia de suprimentos integrada à tecnologia da informação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

GURGEL, F. A. (2000) Logística industrial. São Paulo: Atlas.

KOBAYASHI, S. (2000) Renovação da Logística, Como Definir Estratégias de Distribuição Física Global. São Paulo. Ed. Atlas.

KRAJEWSKI, L. J.; RITZMAN, L. P. (2002) Administração da produção e operações. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

KRIEGER, J. S. (2002) Implantação e gestão de custos em empresas de distribuição. Mestrado em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto alegre. Available at: http://www.lumi.ufrgs.br/. Accessed on: 07/12/2016.

LUDOVICO, N. (2007) Logística Internacional: um enfoque em comércio exterior. São Paulo: Saraiva.

POZO, H. (2008) Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais. São Paulo: Atlas.

MARQUES, W. L. (2010) Controle de estoques para análise fundamental empresarial. Paraná: Fundação biblioteca nacional.

MARTINS P. G.; LAUGENI F. P. (2003) Administração da Produção. São Paulo: Saraiva.

MARTINS, P. G.; CAMPOS P. R. (2006) Administração de materiais e recursos patrimoniais.São Paulo: Saraiva.

NOVAES, A. G. (2007) Logística e gerenciamento da cadeia de distribuição. Rio de Janeiro: Elsevier.

PELLEGRINI, F. R. (2000) Metodologia para implementação de sistemas de previsão de demanda. Mestrado em Engenharia de Produção - Departamento de Engenharia de Produção e Transportes. Porto Alegre - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2000. Available at: http://www.producao.ufrgs.br/arquivos/publicacoes/. Accessed: 07/12/2016.

RECEITA FEDERAL, Controle aduaneiro. Available at: http://www.receita.fazenda.gov.br/manuaisweb/importacao/topicos/conceitos_e_definicoes/controle_aduaneiro.htm. Accessed on: 08/25/2016.

RODRIGUES, W.; BORTOTO, A. C.; DIAS, R. (2010) Comércio exterior: teoria e gestão. 2. ed. São Paulo: Atlas.

SANDERS, N. R.; MANRODT, K. B. (2003) The efficacy of using judgmental versus quantitative forecasting methods in practice. Omega 31. Available at: http://www.books.google.com. Accessed on: 07/22/2016.

SEGRE, G. (2012) Manual prático de Comércio Exterior. 4. ed. São Paulo: Atlas.

SLACK, N.; CHAMBERS, S.; HARLAND, C.; HARRISON, A.; JOHNSTON, R. (2007) Administração de produção. São Paulo, Atlas.

SOUZA, G. P.; SAMOHYL, R. W.; MIRANDA, R. G. (2008) Métodos simplificados de previsão empresarial. Rio de Janeiro: Ciência Moderna.

TUBINO, D. F. (2000) Sistemas de Produção. São Paulo: Bookman.

VAZQUES, J. L. (2007) Comércio Exterior Brasileiro. 8 ed. São Paulo: Atlas.

ZANELLA, C.; VIEIRA, V.; BARICHELLO, R. (2016) Previsão de demanda: um estudo de caso em uma agroindústria de carnes do oeste catarinense. GEPROS. Gestão da Produção, Operações e Sistemas, Bauru, Ano 11, nº 1, jan-mar, p. 45-57. Available At: http://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros/article/download/1310/701. Accessed on: 09/25/2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.14807/ijmp.v8i5.595

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2017 TATIANE CHILES TOLEDO

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

LIBRARIES BY

Logo Gaudeamus

Logo INDIANA

Logo CHENG KUNG

Logo UTEP

Logo MOBIUS

Logo UNIVEM

Logo Kennedy

Logo Columbia

Logo UCS

Logo MSG/UFF

Logo OPT

Logo Biblioteca Professor Milton Cabral Moreira

Logo UFL

Logo ULRICHSWEB

Logo UNISA